"A PALP – Plataforma Algarve Livre de Petróleo interpôs uma providência cautelar contra o Ministério do Mar e contra a Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) de forma a evitar que se iniciem os trabalhos de prospecção de petróleo ao largo do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.
Este é um "outro" passo de uma luta que se iniciou há muito e que vai continuar com a propositura, nos próximos dias, de uma acção administrativa de impugnação do acto administrativo que permite ao consórcio ENI/ Galp os trabalhos de prospecção."

A Sciaena, membro da PALP, é uma das proponentes desta ação que pretende "continuar a lutar por um futuro sustentável, pelas rescisão dos contratos e revogação do Decreto-lei n.º 109/94, de 26 de Abril, de modo a impedir a atribuição de novas concessões para a pesquisa, a prospecção, o desenvolvimento e a produção de petróleo e gás natural, e pela substituição deste último por um quadro legal promotor de uma economia suportada em formas de energia sustentáveis", conforme se pode ler no comunicado da Plataforma.

Mais informação aqui, aqui, aqui e aqui.

O Comunicado pode ser consultado aqui:

.

Fotografias

Facebook

Twitter

Coligações
Parceiros