A utilização não sustentável dos espaços costeiros e marinhos conduziu à alteração do equilíbrio ecológico dos ecossistemas. E ao longo das últimas décadas, a visão tradicional e centralizada da gestão dos recursos não permitiu sair deste círculo de exploração não sustentada. O conhecimento científico, fruto de anos de investigação, não é transportado até ao cidadão comum, que inevitavelmente recusa as regras que não compreende. A identificação destes problemas e entraves a uma gestão coerente e sustentável conduziu à formação da Sciaena. Assim, esta associação nasceu da necessidade de comunicação e partilha de conhecimentos e de experiências, incluindo vários campos de acção, desde a investigação à gestão, considerando a sua aplicabilidade nas zonas marinhas e costeiras.

A Sciaena acredita na interdisciplinaridade e na consciencialização, por forma a criar uma ponte entre o conhecimento científico e a sociedade, valorizando a opinião e a actividade de todos os intervenientes, e assim desenvolver medidas e estratégias de actuação para a melhoria do estado dos ecossistemas, de forma integrada. A Sciaena é uma porta aberta à comunicação, à informação, à formação, à educação e ao conhecimento.

Sendo a nossa área de intervenção o meio marinho, consideramos inevitável, para além de essencial, a integração das várias camadas com influência no nosso âmbito de intervenção, pois todos dele dependemos directa ou indirectamente:

- Investigadores científicos (biólogos, sociólogos, economistas, engenheiros do ambiente, geólogos, entre outros);

- Utilizadores de recursos naturais do ambiente costeiro (pescadores profissionais, recreativos, comerciantes e outros);

- Administração local e regional, outras organizações de desenvolvimento local, operadores turísticos, instituições culturais, domínios privados e qualquer cidadão interessado.

Fotografias

Facebook

Twitter

Coligações
Parceiros